Especialista comenta sobre as principais dúvidas relacionadas à cirurgia

Um em cada cinco brasileiros está muito acima do peso; bariátrica é alternativa para o problema

Qualquer pessoa pode realizar a cirurgia bariátrica

MITO: O procedimento é indicado para pessoas com Índice de Massa Corporal (IMC) maior que 40, ou maior que 35, desde que possuam um conjunto de doenças associadas à obesidade, como diabetes, hipertensão e dislipidemias (anomalias dos lipídios no sangue). Além disso, a cirurgia também é recomendada para pacientes com o IMC maior que 30 com diabetes de difícil controle.

O paciente pode engordar de novo após realizar o procedimento

VERDADE: A cirurgia bariátrica estimula a perda de peso de forma efetiva. Porém, se o paciente não adotar uma mudança de hábitos saudáveis como uma alimentação saudável e a prática de exercícios físicos, poderá ocorrer algum reganho de peso.

Após realizar a cirurgia, o paciente terá que realizar cirurgia plásticas

MITO: A necessidade de realizar cirurgia plástica após o procedimento deve ser avaliada caso a caso e é importante que essa avaliação seja realizada por uma equipe multidisciplinar. Em pacientes mais jovens, com IMC não tão altos, e que praticam atividade física a necessidade de cirurgia plástica após a Cirurgia Bariátrica são menores.

Cirurgia bariátrica ajuda a reduzir o risco de doenças graves

VERDADE: Além da perda de peso, a cirurgia bariátrica auxilia na melhora do quadro de doenças relacionadas à obesidade entre eles: diabetes, hipertensão arterial, apneia do sono, dislipidemias, esteatose hepática além da elevação da qualidade de vida e longevidade

Quem faz a redução de estômago não pode engravidar

MITO – A paciente poderá engravidar. A mulher fica mais fértil e com chances de uma gravidez mais saudável após a cirurgia bariátrica. Entretanto o recomendado é que a gravidez seja evitada antes de completar um ano e meio após a cirurgia até que ocorra a estabilização do peso.

Antes de realizar a cirurgia, é necessário realizar avaliação médica completa com uma equipe multidisciplinar

VERDADE – É necessário que o paciente candidato a uma cirurgia bariátrica seja avaliado não só pelo cirurgião, mas também por cardiologista, endocrinologista, nutricionista, psicólogo, fisioterapeuta e pneumologista.

Outras Notícias

Onze vereadores são presos suspeitos de desviar dinheiro público em Santa Rita, na Paraíba

Onze vereadores de Santa Rita, Região Metropolitana de João Pessoa, e um contador da Câmara Municipal foram detidos n...

Um em cada cinco brasileiros está muito acima do peso; bariátrica é alternativa para o problema

Qualquer pessoa pode realizar a cirurgia bariátricaMITO: O procedimento é indicado para pessoas com Índice de Massa C...

“Se for apoiado pelo Bolsonaro, saio pelo partido que ele for”, diz Datena

O apresentador José Luiz Datena disse ao Jornal Estado de São paulo que se receber apoio formal do presidente Jair Bo...

“Bolsonaro não termina o mandato”, diz Ciro

Em entrevista ao site UOL, Ciro Gomes disse acreditar que Bolsonaro não irá concluir seu mandato. O Ex-governador do ...

Submarino nuclear garantiu propina milionária para franceses e o PT

Não foram apenas PT e Odebrecht que faturaram alto com o projeto bilionário do submarino nuclear brasileiro (Prosub)....

1ª Grande Cavalgada Tamanduá Surubim Pernambuco

No dia 10 de novembro de 2019 acontecerá I Grande Cavalgada do Sitio Tamanduá Surubim Pernambuco. A programação conta...